• Comunica√ß√£o

ūüďĄ Orando a Deus em meio a adversidade - √äxodo 14:10

Êxodo 14.10 - "E, chegando Faraó, os filhos de Israel levantaram os olhos, e eis que os egípcios vinham atrás deles, e temeram muito; então, os filhos de Israel clamaram ao Senhor."

Caçada do exército do faraó ao povo hebreu.

A palavra adversidade traz a ideia de um inimigo inesperado que atrapalha nosso caminho. Ao olharmos o texto de Êxodo 14.10 entendemos claramente a adversidade se apresentando diante do povo de Israel recém libertado do Egito. Então, por meio dessa história podemos apresentar algumas verdades importantes para nossas vidas.


O caminho da vitória é cheio de adversidades

Êxodo 14:10a - "E, chegando Faraó, os filhos de Israel levantaram os olhos, e eis que os egípcios vinham atrás deles,"

Temos aqui um momento logo ap√≥s a liberta√ß√£o do povo hebreu. Uma liberta√ß√£o divina que necessitou de 10 terr√≠veis pragas, sendo a √ļltima a morte de todos os primog√™nitos dos eg√≠pcios. Os hebreus haviam sobrevivido porque haviam obedecido a Deus na celebra√ß√£o da P√°scoa. Por√©m, o Egito chorou a morte de seus filhos inclusive a morte do pr√≠ncipe sucessor, o filho do pr√≥prio fara√≥. Isso foi o evento derradeiro que permitiu que o rei do Egito libertasse o povo israelita para que adorasse o SENHOR no Monte Sinai.

Em Êxodo 14 o povo já está no deserto sendo guiado pela coluna de fogo e fumaça e pelo Anjo do SENHOR. Porém, o versículo 10 mostra o momento que os filhos de Israel avistam de longe a chegada dos carros de guerra do exército de faraó.

Devemos enfatizar que o guia dessa jornada não era Moisés, mas sim o próprio Deus. Cada centímetro dessa rota havia sido perfeitamente planejado pelo SENHOR, inclusive Ele mesmo sincronizou o ponto geográfico em que os israelitas veriam as tropas de faraó. Deus queria encurralar os israelitas! Os hebreus foram guiados pelos caminhos entre as montanhas, então, só havia muros de pedra nas laterais, na sua frente haviam apenas uma pequena faixa de praia seguido da imensidão do mar e nas suas costas vinham os encolerizados soldados dos egípcios.

Não havia solução humana para aquela situação. Humanamente não havia resposta lógica que salvasse os hebreus. Mas, o plano divino era justamente esse - esgotar as possibilidades humanas para que o povo reconhecesse o Seu grandioso poder e Seu amor inigualável por Israel.


Diante da adversidade ficamos apavorados

Êxodo 14.10b - "...e temeram muito;..."

A cena da chegada do exército egípcio é certamente aterradora. Estamos falando do maior e mais bem preparado exército daquele tempo arregimentado contra um povo desarmado, repleto de crianças, mulheres e idosos e que nunca tinha estado em uma batalha.

Em um momento como esse naturalmente o medo vem. O medo faz parte, o medo em um certo estágio até é bom, porém o medo precisa ser adestrado para que não se torne maior do que deve. Administrar o medo no coração faz parte do nosso crescimento como pessoas. E diante das adversidades da vida só nossa confiança em Deus nos faz continuar, tem momentos que a lógica humana e o caminho natural das coisas não fazem mais sentido nenhum.

Mas, quando passamos a enxergar as coisas com o olhar da fé somos cobertos pela presença do Senhor que nos dá uma paz sobrenatural. Então, a atitude correta diante do momento do desespero é buscar ter fé em Deus e confiadamente a presença dEle nos acalma.


Para vencer a adversidade precisamos orar

Êxodo 14.10c - "...então, os filhos de Israel clamaram ao Senhor."

O povo de Israel, que por muitas vezes √© lembrado por sua inconst√Ęncia espiritural, nesse momento tomou a atitude mais correta. O texto disse que mesmo diante do medo "os filhos de Israel clamaram ao Senhor". Precisamos reconhecer que nesse momento o povo hebreu merece toda nossa aprova√ß√£o. Eles perceberam que s√≥ o Senhor poderia livr√°-los e por isso clamaram. A palavra original traduzida para "clamaram" traz a ideia de um grito ardente de apelo. Nesse sentido √© um pedido urgente de socorro ao Senhor.

Podemos dizer que √© uma ora√ß√£o desesperada, mas ainda √© uma ora√ß√£o verdadeira. Deus escutou o clamor do povo e √© dito que "Ent√£o, o Anjo de Deus, que ia adiante do ex√©rcito de Israel, se retirou e passou para tr√°s deles; tamb√©m a coluna de nuvem se retirou de diante deles, e se p√īs atr√°s deles" (√äxodo 14:19). Essa cena √© t√£o gloriosa e mostra um cuidado especial que Deus tem pelos Seus. Deus √© o protetor, her√≥i e guarda de Israel. Israel n√£o precisava de um ex√©rcito gigantesco, pois eles j√° tinham a Deus.

Deus coloca-se como um muro entre os eg√≠pcios e os hebreus e com m√£o poderosa o Senhor abre o Mar Vermelho para o povo israelita passar. Deus transformou o desespero em alegria, o p√Ęnico em folguedo e ang√ļstia em esperan√ßa. Quando olhamos esse desfecho percebemos que orar a Deus sempre trar√° as melhores solu√ß√Ķes para nossa adversidade.


Conclus√£o

Um lição primordial que podemos tirar desse evento singular da história de Israel é que mesmo no desespero a oração sempre será a principal solução. A oração sempre nos traz para junto do cuidado do Senhor e no tempo da calamidade Deus aparece como o herói que vem nos salvar, muitas vezes nos salvar de nós mesmos.

Fica o apelo para orarmos mais e assim vivermos sempre confiantes na vitória do Senhor.


Pr. Bruno Leonardo

Pastor titular da Igreja Batista do Cordeiro

A Igreja Batista do Cordeiro de Fortaleza é uma comunidade compromissada, desde sua fundação, com a pregação fiel da Palavra de Deus. Com isso promovemos uma comunhão sincera com Jesus e com a irmandade cristã e buscamos proclamar Jesus até os confins da Terra.

  • Preto √ćcone YouTube
  • Preto √ćcone Instagram
  • Preto √ćcone Facebook

ENDEREÇO: Rua Barba Alardo, 565 - Serrinha. CEP: 60741-040. Fortaleza, Ceará - Brasil
adm@igrejabatistadocordeiro.com.br

APRENDA

GOOGLE MAPS

NOSSOS TELEFONES

(85) 99785-0846

(85) 98676-0973

 

M√ćDIAS SOCIAIS

Instagram

Facebook

YouTube